Ligue Agora: (11) 4704-2530

Notícias

Fique por dentro das novidades do setor

Vidro refletivo traz privacidade e conforto térmico

Vidro refletivo traz privacidade e conforto térmico


 

Além de dar mais imponência às fachadas de edifícios e residência com seu efeito espelhado, os vidros refletivos também proporcionam privacidade, já que não permite a visão do externa para o interior das construções.

 

Ideal para janelas, coberturas, fachadas, sacadas e varandas,  o vidro refletivo pode ser ainda aplicado em ambientes internos quando o objetivo é criar superfícies espelhadas e trazer um diferencial aos projetos.

 

Proteção solar

Um dos principais benefícios do vidro refletivo é sua capacidade de barrar raios solares, controlando assim a luminosidade e a absorção do calor. Os ambientes internos aos empreendimentos com fachadas de vidros refletivos possuem maior conforto térmico e luminoso, culminando na economia de energia com o uso do ar condicionado. 

 

Processo de fabricação

A característica espelhada pode ser aplicada em diversos tipos de vidro, como temperado, laminado, serigrafado, entre outros. Para criar a superfície espelhada é adiciona a uma das faces do vidro uma camada metalizada.

 

Essa aplicação pode ser feita através do processo pirolítico em que a camada metalizada é pulverizada com óxidos metálicos durante a produção do vidro float ou por câmara a vácuo, quando a chapa de vidro passa por uma câmara mantida a vácuo lá recebe a deposição de átomos de metal sobre uma de suas faces.

 

Risco para os pássaros

A lei complementar 988/2017, aprovada Santos (SP) no final do ano passado, teve o objetivo de vetar a utilização de superfícies contínuas de vidro refletivo, visto que muitos pássaros se chocam com as fachadas com este tipo de vidro, que cria uma ilusão de continuidade e confunde o animal. 

 

O equívoco provoca a morte dos pássaros, um tema que tem sido bastante debatido. Porém, ainda não houve nenhum estudo técnico que embasasse tal questão para justificar a proibição da utilização de vidros refletivos em fachadas. 

 

Tal condição, inclusive, não é uma exclusividade do vidro refletivo. O vidro comum incolor em si já tem aproximadamente 10% de reflexão. Assim, dependendo do ângulo de visão e da reflexão do sol, pode causar o mesmo equívoco. 

 

Uma alternativa é a aplicação de um padrão de desenho nas fachadas que pode ser percebido pela visão do animal, impedindo a ilusão de óptica de inexistência de barreira física.